Encostas de Estremoz

É nas Encostas de Estremoz, na Quinta da Esperança, que nascem os vinhos deste autêntico produtor Alentejano.

No coração do Alentejo, Encostas de Estremoz adaptou as novas tecnologias de Viticultura à realidade da sua geografia, preservando sempre a identidade nacional, onde as castas portuguesas têm algo de diferente e relevante a dizer, a nível mundial.

As primeiras vinhas foram plantadas em 1993 e, neste momento, existe uma área total plantada de 100 Ha.

O painel de castas é extenso e variado, incluindo castas Durienses e Alentejanas, como Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Alicante Bouschet e Aragonês, Trincadeira e a internacional Cabernet Sauvignon.

A vinha foi pioneira no Alentejo em vários aspectos, tais como na instalação do sistema de rega gota-a-gota com controle de stress hídrico, sebes mais altas do que era tradicional no Alentejo e 90% da vindima é feita mecanicamente durante a noite, com o intuito de preservar os aromas e a qualidade das uvas devido às altas temperaturas do Alentejo.

Implementou também modernas técnicas de viticultura de precisão, dando sentido prático à célebre teoria “ O vinho faz-se na vinha”.

Em 2001, a Quinta da Esperança dava um novo passo com a construção da adega, iniciando assim um processo de vinificação com marca própria. Aparecem então os primeiros vinhos Encostas de Estremoz.

Anos depois nascem o Bis, Bis Escolha do Enólogo e os afamados Pródigo e Enjeitado. Em 2006 é lançado o topo de gama designado “DJ Encostas de Estremoz Reserva 2003”, o vinho ícone desta vinícola. Ao longo destes anos os vinhos têm recebido vários prêmios, nos mais diversos concursos nacionais e internacionais.

BIS ROSÉ

DO: Alentejo.
Composição: 50% Aragonês e 50% Touriga Nacional.
Teor alcoólico: 13,50%.
Vinificação: bica aberta com temperatura controlada.

[ + ]

BIS BRANCO

DO: Alentejo.
Composição: Fernão Pires, Roupeiro e Rabo de Ovelha.
Idade média das vinhas: 20 anos.
Produção: 50.000 garrafas.

[ + ]

BIS TINTO

DO: Alentejo.
Composição: Aragonês, Trincadeira e Castelão.
Idade média das vinhas: 20 anos.
Produção: 200.000 garrafas.
Teor alcoólico: 13,40%.

[ + ]

ENCOSTAS DE ESTREMOZ GRANDE ESCOLHA

DO: Alentejo.
Composição: Alicante Bouschet, Touriga
Nacional, Touriga Franca e Cabernet Sauvignon. Idade média das vinhas: 20 anos.
Produção: 20.000 garrafas.

[ + ]

PRÓDIGO

DO: Alentejo.
Composição: 50% Touriga Nacional e 50% Trincadeira.
Idade média das vinhas: 20 anos.
Produção: 5.500 garrafas.
Teor alcoólico: 14,40%.

[ + ]

ENJEITADO

DO: Alentejo.
Composição: 50% Alicante Bouschet e 50% Trincadeira.
Idade média das vinhas: 20 anos.
Produção: 6.000 garrafas.
Teor alcoólico: 14,80%.

[ + ]

ENCOSTAS DE ESTREMOZ RESERVA

DO: Alentejo.
Composição: Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Touriga Franca.
Idade média das vinhas: 20 anos.
Produção: 15.000 garrafas.

[ + ]

BIS ESCOLHA DO ENÓLOGO TINTO

DO: Alentejo.
Composição: Touriga Nacional, Touriga Franca e Alicante Bouschet.
Idade média das vinhas: 20 anos.
Produção: 70.000 garrafas.

[ + ]

Imprensa

Revista Gosto 54 (maio/2014) Tintos do Alentejo
Prodigo 2009 – vencedor com 91 pts.

Revista Gosto 48 (novembro/2013) – Vinhos Tintos do Alentejo
Encosta de Estremoz Reserva 2008 – 92 pts.
Encostas de Estremoz Grande Escolha 2008 – 88 pts.

Grande medalha de Ouro – Concurso Mundial de Bruxelas 2012
Encostas de Estremoz Reserva 2009

Medalha Commended – International Wine Challenge – Inglaterra 2012
Encostas de Estremoz Grande Escolha 2008

Medalha de Ouro – International Wine Challenge – Inglaterra 2011
Encostas de Estremoz Reserva 2008

Medalha de Prata – International Wine Challenge  – Inglaterra 2008
Encostas de Estremoz Reserva 2003

Medalha de Ouro – Bacchus – Madrid 2008
Encostas de Estremoz Reserva 2003

Medalha de Prata – Selections Mondiales des Vins – Canada 2007
Encostas de Estremoz Reserva 2003

Medalha de Prata – Concurso Nacional de Vinhos Engarrafados 2007
Encostas de Estremoz Reserva 2003

Medalha de Ouro – Concurso Mundial de Bruxelas 2006
Encostas de Estremoz Reserva 2003